Sobre palavras

postado em: Pensamentos | 0

Uma fotografia pode muito bem ser um registro de uma fatia do tempo. Ela pode oferecer uma ideia do que foi. Uma ideia. Uma fotografia não é completa, pois nelas faltam palavras. Palavras pra carimbarem de verdade um registro do que foi. O que estava no coração da menina chorando no colo do pai, em cima do bolo de aniversário, e o que se passava pela cabeça do pai segurando a menina chorona que completava mais um ano de vida.

Certos sentimentos são quase que profissionalmente escondidos por algumas pessoas, ou até mesmo simulados, dissimuladamente. Uma fotografia não é por completo sincera. As palavras, vindas de dentro, são. Podem até dizer que uma boa mente também dissimula, que o poder da oratória convence, e que palavras são só palavras.

Mas eu dou a minha palavra.

Elas valem muito pra quem sabe exatamente que elas são a mágica que transpõe o que se sente em códigos, que ficarão pra sempre cravados num papel. E só assim me lembro de cravos, e rosas, e dias felizes, e confissões amargas, e momentos imaginados. E só assim, confio meus pensamentos e sentimentalismos para algo que aceitará tudo, e permanecerá ali, até que incomode nas suas letras novamente. As palavras são companhia, oxigênio, força, forca, faca e coração. São tudo isso, e um pouco mais. Uma poção de alívio, libertação e confissão.

Deixe uma resposta